O poder da sua atenção

Você está onde sua atenção está! Com este texto eu quero mostrar para você as várias formas de poder que se manifestam pela atenção.

Atenção é presença

Você está onde sua atenção está. Essa é uma frase sucinta mas que pode ilustrar bem o conceito de presença. 

Você consegue se lembrar de alguma situação em que enquanto fazia algo não estava realmente presente, porque sua cabeça estava em outro lugar?

No processo de criação deste texto, parei de escrever umas 10 vezes por que minha atenção foi desviada para mensagens do celular e levei (um bom) tempo para retomar!

É provável que você tenha pensado: tá, isso acontece comigo várias vezes, acontece com quase todo mundo hoje em dia, então o que isso tem de tão diferente?

A diferença não está em perder a atenção várias vezes e sim onde colocamos nossa atenção e o impacto disso em nossas vidas…

Quando damos atenção a uma coisa, colocamos nossa energia naquilo também. Quando colocamos nossa energia em algo, colocamos nosso esforço.

Quando você se dedica a uma carreira, um projeto, um relacionamento ou mesmo uma atividade qualquer, você coloca sua atenção naquilo. Quanto mais atenção você dá àquilo, mas aquilo cresce e se desenvolve.

Imagine a bateria de um celular – se deixar carregando por cinco minutos, ela vai ter menos energia do que se deixar carregando por 1 hora. 

Da mesma maneira, a capacidade de um celular em executar certas funções também é afetada pela quantidade de energia armazenada na bateria.

O mesmo pode acontecer com um tomateiro no seu quintal: vai dar frutos dependendo do quanto você dá atenção a ele. 

E não estou apenas falando de adubar e regar, estou falando também de ficar de olho para ver como a planta está reagindo ao ambiente, ao clima, etc. 

Se jogar a semente e esquecer dela, pode até ser que nasça alguma coisa, mas a chance de você colher muitos tomates de boa qualidade é bem menor.

Hans Braxmeier no Pixabay

Atenção é energia que dá poder

Acho que dá para entender mais sobre isso falando um pouco sobre religiões e seus deuses.

Se olharmos para a história vamos perceber que vários povos conquistadores usavam a imposição da religião para fazer com que a atenção de um povo se concentrasse nas mesmas coisas e assim, controlar onde as pessoas colocavam seus esforços e portanto, suas energias.

Com isso, também conseguiam tirar a força e o poder daqueles que fossem contrários à suas ideias. 

Da mesma forma com deuses: quanto mais pessoas cultuavam uma divindade, mais atenção direcionada à ela, mais importante e poderosa se tornava.

Atenção é energia. Isso também tem tudo a ver com materializar desejos e alcançar objetivos.

Nós seres humanos somos, por excelência, criadores de uma coisa chamada egrégora.

Uma egrégora é uma energia formada pelo acúmulo de várias fontes de energias diferentes convergindo a partir das mesmas crenças. Quanto mais damos atenção à uma egrégora, mais energia depositamos nela e mais fazemos com que cresça.

Atenção é dinheiro

Não, eu não me confundi e escrevi o ditado popular errado. “Atenção é dinheiro” foi exatamente o que eu quis dizer.

De alguns anos para cá, o tempo de todo mundo parece cada vez mais escasso. 

Pense por um minuto (ops, trocadilho!): você já teve a sensação de que assim como o nosso tempo, nossa atenção está ficando cada vez mais escassa?

Aqui não estou falando somente da dificuldade de concentração causada por distrações constantes como as notificações de celular, estou falando também de como administramos a distribuição da nossa atenção.

Vivemos numa era com abundância de informação em que o tempo parece cada vez mais escasso porque temos um desejo natural por consumir tudo o que está ao nosso alcance e, acredite em mim, é muita, muuuuita coisa! (Bate aquela tontura só de pensar…)

E é aí que nossa atenção se transforma em moeda de troca, porque é inevitável: quando escolhemos dar atenção a uma coisa temos que deixar as outras de lado.

O que significa que se eu estou dando atenção para o seu canal do YouTube eu sou público em potencial dos comerciais que aparecem nele, eu estou mais inclinada a comprar o curso que você vende, a ler o livro que você indica, a financiar o seu projeto. 

E isso se aplica a várias outras coisas mesmo fora da internet, já que o meu desejo de assistir aquela série da Netflix vai me fazer escolher pedir um lanche por delivery em vez de ir jantar num restaurante. (Em épocas normais, né?)

Também é por isso que estudiosos dizem que estamos vivendo a era da economia da atenção. Ou seja: sua atenção vale dinheiro.

image4you no Pixabay

Atenção é visibilidade e impacto

O ciclo de notícias e da mídia  também funciona assim – quanto mais damos atenção, mais as coisas continuam aparecendo, mais gente é atingida. Temos então mais pessoas dando atenção a aquilo, num crescimento que se propaga em ondas.

Então o que fazer quando a notícia é ruim?

A melhor forma de acabar com um ciclo de notícias é ignorar por completo. Ou seja, parar de dar atenção.

Mas e se você não quiser ou não conseguir ignorar o problema? 

O melhor então é mudar o foco da atenção das pessoas, que é não falar mais daquilo e passar a dar mais atenção às coisas contrárias. 

Não vale nem mencionar o que você quer que diminua ou desapareça por não dar atenção, porque simplesmente ao fazer isto já está criando vínculo de atenção.

Sim, é simples e rápido assim. Porque nossa atenção tem a mesma velocidade que a do pensamento.

E o que acontece quando você não dá atenção para algo?

A tendência é aquilo não se realizar ou deixar de existir. Inclusive, para a cultura mexicana, uma pessoa pode morrer duas vezes: a primeira quando a alma deixa o corpo físico e a segunda quando a alma não é mais lembrada ou homenageada por ninguém.

Então não posso descuidar da atenção nunca mais?

Não é bem assim. Vejo muita gente (principalmente de uma filosofia que flerta com o New Age) usando à exaustão a frase “Orai e vigiai”, como se tivéssemos que estar alerta o tempo todo ou vamos nos dar mal. E eu discordo disso.

Já que nossa atenção é o que dá energia para as coisas, é o elemento que faz tudo crescer, cabe a nós escolhermos bem onde a colocamos.

Não só pelo impacto que pode causar,  como no caso da mídia, mas também porque direciona quais coisas estarão presentes em nossas vidas, onde vamos nos colocar, como vamos gastar nosso tempo e a qualidade disso.

A partir do momento que percebemos o poder da nossa atenção e os desdobramentos disso, já estamos dando o primeiro passo em relação à usar esse poder com consciência.

Uncategorized

Bruxa Asgard Visualizar tudo →

Atriz, Jornalista, Professora e Tradutora. Bruxa eclética, trabalho com tarot e radiestesia. Podcaster do Bruxas em Dublin e Aquariana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: