Eu-kintsugi

Hoje eu me levanto
mesmo com as minhas asas
quebradas 
e com o meu coração partido

Mesmo com a minha fé 
na humanidade 
e também na sororidade 
mais uma vez abaladas
por um golpe alheio sem sentido

Eu que não sou dada a poesia
neste momento encontro nela 
a única forma de me fazer entender
não só para o mundo 
mas para eu mesma

E assim  
deixar o sofrimento se esvair
para depois esquecer

Muitas pessoas acham 
que a dor de uma desilusão 
é poética
e até acreditam que seja 
o impulso das criações mais belas

Mas daqui de onde estou 
eu digo
que só é bonito
quando a dor não é delas

Hoje eu me levanto
e mesmo que essa dor 
causada por outros
ainda aqui esteja
faz com que eu me veja
como um kintsugi

Saio de casa
transformo os raios do sol
em tinta dourada
colo novamente os pedaços 
do meu coração 
e as minhas asas

E sigo em frente

Porque nada nem ninguém 
consegue ou terá 
a satisfação de me privar 
de ser feliz novamente

Assim seja, assim se faça
porque são meus 
o poder e a graça.

Uncategorized

Bruxa Asgard Visualizar tudo →

Atriz, Jornalista, Professora e Tradutora. Bruxa eclética, trabalho com tarot e radiestesia. Podcaster do Bruxas em Dublin e Aquariana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: