Como conversar sem falar de pandemia

Será que isto é possível? Neste texto eu sugiro alguns tópicos para conversas que não tocam nos assuntos envolvendo a pandemia. Esta lista foi criada a partir da minha própria experiência ao fazer vídeo chamadas com amigos e familiares. 

Imagine o cenário: você tem um tempo livre e quer falar com alguém da sua família ou com uma amiga. Você sente saudade daquela pessoa e quer saber como ela está, o que anda fazendo. 

Só tem um problema: vocês estão no meio de uma pandemia e além de não ter muitas novidades ou coisas empolgantes para contar, vocês estão cercadas de notícias ruins, acontecimentos que deixam vocês tristes e chateadas e está todo mundo contando as horas para os casos diminuírem e a sua vez de ser vacinada chegar.

Imagino que sua vida deva estar bem parecida com a minha e é bem provável que esteja assim. 

Quero deixar claro que esta sugestão de tópicos não tem a intenção de forçar ninguém a ignorar e engolir sentimentos desconfortáveis, problemas decorrentes da pandemia , ou qualquer outro tipo de situação difícil que você possa estar passando.

Muito pelo contrário, eu sou totalmente a favor de procurar ajuda profissional para lidar com essas coisas e procurar apoio na família e nos amigos. 

Essa é uma sugestão para aqueles dias onde o que você precisa é  uma conversa “normal” porque o ponto de saturação dos assuntos ligados à pandemia já foi ultrapassado faz tempo.

Foto: Kelly Sikkema no Unsplash

Às vezes nossas conversas podem aumentar a sensação de que o tempo não passa e que as coisas não avançam

Eu decidi criar esta lista depois de várias conversas com familiares e amigos em que,  mesmo depois de ficarmos dias sem conseguirmos nos falar (eu moro na Irlanda e muitas das pessoas que amo estão no Brasil) parece não existir assunto que não seja exatamente as mesmas respostas, para as mesmas perguntas feitas no último ano: 

  • Como está o número de casos de infectados por aí?
  • Está tudo fechado ainda?
  • Você ainda está trabalhando de casa?
  • Você já voltou a trabalhar?
  • Como estão as políticas de resolução da pandemia onde você mora?(e qualquer tópico envolvendo pandemia e política).
  • Alguém que você conhece ficou doente?
  • Como estão as vagas de hospitais por aí?
  • Como está a vacinação na sua região?
  • Você sabe de uma previsão de quando as coisas vão reabrir/voltar ao normal?
  • Quando você acha que vai poder viajar/ sair mais de casa novamente?

Por essas perguntas já deu para ter uma idéia, né? Imagino que você deva ouvir perguntas bem parecidas e se quiser me contar nos comentários eu gostaria muito de saber se com você acontece o mesmo.

Eu entendo que provavelmente as pessoas não fazem por mal e que estamos todos tão imersos nessa situação que muitos de nós nem percebemos que estamos fazendo essas mesmas perguntas de novo e de novo.

Basta um pouco de atenção e de autossugestão com lembretes mentais para fazer diferente da próxima vez.

Foto: Aziz Acharki no Unsplash

Uma lista de sugestões como ponto de partida

Então vamos à lista!

  • Você fez algum prato diferente essa semana? Pediu algo diferente para comer? Como foi?
  • Você está assistindo alguma série de tv? O está achando dela?
  • Você está aguardando o lançamento de algum filme?
  • Que tipo de filme você tem visto ultimamente?
  • Tem algum filme ou série para me recomendar? Porque?(lembre de avisar pra não te darem spoilers… rsrsrs)
  • Você começou/retomou algum hobbie?
  • Quem você tem seguido nas redes sociais? 
  • Você tem lido algum livro legal? Pode me recomendar alguma leitura?
  • Você tem planos de viagem? Para onde gostaria de ir e porque?
  • Você está envolvida em algum projeto fora do trabalho? O que é, como está indo?
  • Qual é a coisa que você mais está gostando de fazer ultimamente? 
Foto: dominik reallife no Unsplash

Vocês também podem falar sobre esportes, seus jogos favoritos, que tipo de música têm ouvido, enfim, se você tiver mais ideias fique a vontade para escrever suas sugestões na sessão de comentários abaixo.

Se eu fizer isso, não vai parecer forçado ou artificial?

É importante mencionar também que você não precisa chegar para a pessoa com sua lista de tópicos e dizer para ela que vocês só vão falar sobre esses assuntos, como se fosse uma reunião de trabalho super formal! 

Uma ótima forma de conduzir conversas e ajudar a pessoa a sair daquele assunto é tomar a iniciativa e você mesma introduzir os tópicos (acontece muito em conversas que tenho com alguns familiares).

Eu sei que é clichê, mas acho importante lembrar: estamos todos e todas sendo afetados pela pandemia, mas isso não quer dizer que nossa vida e a vida das outras pessoas tenha que ser só isso, o tempo todo, todas as horas e minutos do dia.

Leve um pouco de “vida” para as pessoas quando puder, ajude elas com o pouco que puder, ou peça a elas que façam o mesmo por você.

Uma boa conversa já é de grande benefício, acredite.

Enquanto isso eu por aqui, desejo de coração, dias melhores para você e os seus.

Uncategorized

Bruxa Asgard Visualizar tudo →

Atriz, Jornalista, Professora e Tradutora. Bruxa eclética, trabalho com tarot e radiestesia. Podcaster do Bruxas em Dublin e Aquariana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: